Vale fará simulado de emergência com barragens em Rio Piracicaba neste sábado

As defesas civis Estadual e Municipal, a Prefeitura de Rio Piracicaba e a Vale, com apoio das polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros Militar e demais órgãos, realizam no dia 30 de novembro (sábado), às 15 horas, simulado de emergência de barragens de mineração na cidade.
A atividade, de caráter preventivo, envolverá aproximadamente 4.600 pessoas moradoras de 1.587 residências e 234 unidades comerciais de 15 bairros localizados nas Zonas de Autossalvamento (ZAS) e de Segurança Secundária (ZSS) das barragens Diogo, Monjolo e Porteirinha. Empregados da mina Água Limpa, que estiverem trabalhando no dia e horário do simulado, também participarão do exercício.

O objetivo do simulado é orientar a população sobre como proceder em caso de emergência de barragem. A comunidade será alertada sobre o início da atividade por meio de sirenes com mensagem de voz informando sobre a simulação de emergência com as estruturas. A população deverá, então, se dirigir para um dos 45 pontos de encontro que serão montados em áreas seguras, fora das ZAS. Cerca de 1.500 profissionais estarão envolvidos na organização e condução do evento.

Importante lembrar que ZAS é a região à jusante da barragem, cuja distância pode ser considerada em cerca de 10km ou o tempo de chegada da onda, no caso de rompimento, for de 30 minutos. Já a Zona de Segurança Secundária (ZSS) é a área posterior à ZAS.
O simulado faz parte do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM) e do Plano de Contingência e Evacuação de Rio Piracicaba, este último elaborado por uma equipe multidisciplinar formada por representantes das defesas civis Estadual e Municipal, Prefeitura, Vale, polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Ministério Público de Itabira.

Mapeamento da população

A Defesa Civil e a Vale atualizaram, este ano, o registro da população localizada nas ZAS e ZSS das barragens da Vale no município. Cerca de 2 mil imóveis da região foram visitados por profissionais contratados pela Vale. Foram mapeadas informações como número de moradores, idade, necessidades especiais, além do registro de animais domésticos, equipamentos públicos e estabelecimentos comerciais. A equipe também orientou os moradores sobre procedimentos de segurança a serem seguidos em caso de emergência com barragem de mineração. Durante a abordagem, foram entregues, ainda, materiais com mapas das rotas de fuga e dos pontos de encontro, além dos telefones de contato da Defesa Civil e da Vale. Mais de 400 placas de sinalização de rotas de fuga e 45 pontos de encontro foram instaladas no município.

Reuniões preparatórias

Na manhã do dia 30, a Defesa Civil conduzirá reuniões preparatórias para orientar a população sobre como proceder durante o simulado. As reuniões ocorrerão às 10h, simultaneamente em cinco locais da cidade, para que o maior número de pessoas possa participar.

Locais das reuniões com a comunidade:

– Campo de Futebol de Bicas (Rua Arlindo Ferreira Machado, s/n, bairro Bicas).
– Tenda em frente à antiga fábrica de cosméticos (Rua Moacir Carvalho Taroca, 134, Samitri).
– Espaço de Eventos Codorna (Rua Antônio Saturnino, 78, Centro).
– Ginásio da Escola Curumim (Rua Joaquim Lacerda, Praia).
– Ginásio da Escola Municipal Córrego São Miguel (Rua Emílio de Freitas, 9, bairro São Miguel).

Fechamento de vias

Nos dias 28 e 29, haverá fechamento de vias para a montagem das estruturas nos pontos de encontro do município, em dois horários, às 9h e às 13h30.

28/11, 9h

– Em frente a igreja São Geraldo, próximo ao centro comunitário, Fundão (interdição de um sentido)

– Em frente ao prédio de embarque e desembarque da Estação Ferroviária de Rio Piracicaba, Centro (interdição nos dois sentidos)

28/11, às 13h30

– Subida em frente à Copasa, acesso a estação ferroviária, Centro (interdição nos dois sentidos)

– Rua Padre Pinto, subida para o Hospital Júlia Kubistchek, Centro (interdição nos dois sentidos

29/11, às 9h

– Praça Presidente Costa e Silva, próximo ao cemitério do centro, Centro (interdição de um sentido)

– Entroncamento da Rua Brasil com rua Manoel Carlos e rua Morro Agudo (até Brasileirão), Centro (interdição de um sentido)

– Rua 29 de Setembro, entrada do bairro Requisito (após zé da vargem), Centro (interdição nos dois sentidos)

29/11, às 13h30

– Rua São José, abaixo do sítio do Ricardo, Praia (interdição nos dois sentidos)

Confira as vias de acesso à cidade que serão interditadas durante o simulado:

– MG-123 KM 1,5 sentido BR381 e Jacuí para Rio Piracicaba, próximo ao ponto de ônibus Comunidade de Boa Vista
– MG 123 KM 15,7 próximo à entrada da comunidade do Vilela – sentido Alvinópolis
– Estrada de acesso à Florália e Santa Bárbara para Rio Piracicaba – próximo a Comunidade de Cachoeirinha – Zona Rural
– Bifurcação da entrada do bairro São Sebastião (Estiva) com a estrada de Comunidade do Potreiro
Mais informações pelo telefone 0800 039 6010.

Sobre as barragens

A Vale possui 4 estruturas em Rio Piracicaba cadastradas na Agência Nacional de Mineração (ANM): Diogo, Monjolo, Porteirinha e Elefante. Todas enquadram-se na Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB). Elas são caracterizadas entre barragens de rejeitos e de sedimentos, construídas de acordo com as normas de projetos de barragem e de engenharia.

Conforme determina a portaria DNPM 70.389/2017, as barragens Diogo, Monjolo e Porteirinha devem contar com PAEBMs, cujos documentos foram atualizados e protocolados na Prefeitura e Defesas Civis Federal, Estadual e Municipal. Além disso, a Vale realiza inspeções e monitoramentos regulares de suas estruturas.