Usuários do Caps e Capsad visitam Mata do Limoeiro e Museu do Tropeiro

Os usuários do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Capsad) participaram de uma excursão ao Parque Estadual Mata do Limoeiro, no distrito de Ipoema, no dia 28 de março. Acompanhados por servidores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), eles puderam conhecer uma das unidades de conservação ambiental mais importantes de Minas Gerais. Na oportunidade, os visitantes também conheceram o Museu do Tropeiro.

De acordo com a SMS, os passeios têm o objetivo de valorizar os momentos de lazer e a socialização dos usuários. “Esse tipo de estratégia vem sendo adotada, cada vez mais, para diversificar as atividades terapêuticas”, disse a gerente do Caps, Jacira Helena Silva.

Saiba mais

O Parque Estadual Mata do Limoeiro está localizado na Serra do Espinhaço, a cerca de sete quilômetros do Parque Nacional da Serra do Cipó. Sua área, que é de 2.056,7084 hectares, está situada no distrito de Ipoema. Nela podem ser observados fragmentos de Mata Atlântica e Cerrado.

No local já foram identificadas pelo menos três espécies ameaçadas de extinção: o jacarandá-caviúna, a braúna-preta e o samambaiuçu. Com relação à fauna, existem espécies raras como o rato do mato (típico do Cerrado) e o gambá-de-orelha-branca (presente somente em áreas de Mata Atlântica).

A unidade de conservação ambiental possui diversos atrativos turísticos, com destaque para as cacheiras Três Quedas, Paredão, Gabriel e Lagoa do Limoeiro, e abriga, ainda, corredeiras, mirantes e grutas.