Ronaldo Magalhães entrega mais duas viaturas à Polícia Militar

No final da tarde de segunda-feira (10), o prefeito Ronaldo Magalhães, em companhia dos secretários municipais Ilton Magalhães (Governo), Fernando Muniz (Auditoria) e Priscila Braga Martins da Costa (Meio Ambiente), entregou duas novas viaturas ao 26º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Minas Gerais. Os novos veículos correspondem ao convênio municipal 11/2017, firmado em outubro do ano passado.

Ainda nesta solenidade, a Câmara Municipal, por meio do presidente Neidson Dias Freitas, entregou outras quatro viaturas – duas ainda em processo de compra – e quatro motocicletas à Polícia Militar (PM)Os recursos para essas aquisições totalizaram R$ 245 mil e são originados de uma “sobra” deste ano do legislativo municipal. “Nós levamos uma proposta ao presidente Neidson (Dias Freitas) da possibilidade de direcionamento dos recursos de sobra da Câmara, se assim os vereadores permitissem, para uma negociação com a Prefeitura de forma a viabilizar o investimento na mobilidade da PM”, explicou tenente-coronel Hudson Matos Ferraz Júnior, comandante do 26º BPM.

Para ele, essas parcerias oficializadas com poder público possibilitam uma resposta satisfatória à população. “Os convênios demonstram a responsabilidade e o cuidado do poder público municipal em, de forma solidária ao Estado, tentar melhorar a segurança pública. Não basta ter os policiais muito bem treinados e com muita vontade. Temos que ter os recursos, para que todos somados, possam entregar uma segurança pública de qualidade e com melhor desempenho”, avaliou Hudson Ferraz.

O prefeito Ronaldo Magalhães reforçou sua explicação sobre o investimento do Município na segurança pública, pontuando a falta de repasse do Estado para a polícia. “Como sempre digo não é uma obrigação direta, mas se pensarmos que o Estado não compra viaturas, não repassa verba e que aqui moram os cidadãos itabiranos, a responsabilidade é nossa: da Prefeitura e da Câmara. Então, buscamos os convênios para dar melhores condições de trabalho e mais presença dos policiais nos bairros e na região rural. Queremos qualidade e eficiência para alcançarmos os resultados positivos”, ressaltou.

Dados

Mesmo sem fechar o ano, o comandante adiantou que os índices de violência mantêm a média de retração de 2017. “Em termos de crimes violentos, a retração criminal nas onze unidades em que o 26º batalhão atua registra pouco mais de 30%. Em Itabira são, em média, 100 roubos a menos do ocorreu no ano passado e cerca de 35% a menos de crimes violentos”, informou o tenente-coronel Hudson Ferraz.