Primeira turma de capacitação em Costura, Artesanato Sustentável e Bordado celebra formatura

Curso foi oferecido pela Prefeitura de Itabira por meio de um Termo de Fomento celebrado com Instituto ITI

A noite desta quarta-feira (25) foi muito especial para 80 formandos do curso de Capacitação em Costura, Artesanato Sustentável e Bordado, do Instituto Igualdade, Transformação e Inovação Social (Instituto ITI). O evento aconteceu no teatro do Centro Cultural e contou com a presença de diversas autoridades e familiares dos diplomados.

Além da cerimônia de formatura da primeira turma do curso, também foram comemorados os 10 anos de história do instituto. Para marcar as duas importantes ocasiões, o palco foi decorado com peças exclusivas produzidas pelos alunos do curso.

O curso foi oferecido pela Prefeitura de Itabira, por meio de um Termo de Fomento celebrado com o Instituto ITI. O documento prevê a criação de um núcleo cooperativo de trabalho voltado para o artesanato sustentável e costura, com a finalidade de desenvolver o empreendedorismo e a economia solidária no município.

Ao longo de cinco meses, os participantes puderam adquirir conhecimentos em técnicas de bordados variados, operação de máquinas industriais de costura, desenvolvimento da criatividade, uso de materiais com foco na sustentabilidade, a importância do empreendedorismo, valorização do artesanato, métodos eficazes de venda, o auxílio das redes sociais na divulgação de produtos e serviços, entre outros.

A capacitação teve carga horária de 280 horas e foi direcionada para pessoas em condição de vulnerabilidade social (desempregados e famílias de baixa renda, por exemplo). Em parceria com o projeto Costurando Vidas, idealizado pela promotora Giuliana Talamoni Fonoff, 20 vagas foram disponibilizadas para a qualificação profissional de mães e mulheres de detentos da Comarca de Itabira.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo (SMDECTIT), José Don Carlos Alves Santos, o objetivo da capacitação é criar um Núcleo Cooperativo de Trabalho focado no empreendedorismo e na economia solidária em Itabira e, assim, possibilitar a geração de emprego, renda e capacitação para a comunidade.

“Como gestores públicos, temos que ter políticas públicas que venham realmente atender aos cidadãos. Esse exemplo do Instituto ITI tem que ser perpetuado, ampliado e, se Deus quiser, formar mais pessoas. Apoiamos uma semente que rendeu bons frutos e isso nos dá tranquilidade para novos projetos”, declarou Don Carlos.

Filho de uma costureira, o estilista, idealizador e presidente do Instituto ITI, Ronaldo Silvestre, se comoveu durante a cerimônia. “Me emociona lembrar da minha mãe e toda a dificuldade que ela passou. Hoje, eu poder olhar para vocês e dividir isso, mostra que a simplicidade, esperança e a fé em Deus que minha mãe tinha não foi em vão. A vida não é feita só de dinheiro. Termos o trabalho focado em mães e esposas, nos faz perceber que uma mãe tira da boca para mudar a realidade do filho. Minha mãe, muitas vezes, tirou da boca dela para os filhos terem o que comer. Por isso, hoje, lembrar dela, da minha trajetória e poder dividir com vocês é muito especial, é muito importante”.

A formanda Elizabeth Teixeira da Silva começou a capacitação ao acompanhar uma amiga nas primeiras aulas. Logo, ela se encantou com a possibilidade de aprender uma nova profissão. “Estou me sentindo muito orgulhosa de mim mesma, pois aprendi muitas coisas. Inclusive já fiz algumas coisinhas que dei de presente e até vendi. É muito bom”.

Já para Almerinda Santos, o aprendizado e as amizades feitas durante o curso foram muito importantes. A artesã ressaltou as dificuldades enfrentadas para conseguir concluir o curso. No entanto, ela sabe que todo o esforço empregado na capacitação podem proporcionar um futuro diferente para ela e sua família. “Aprender é muito bom. A intimidade que criamos com as outras pessoas também. Às vezes, passamos por alguma dificuldade em casa, por uma tristeza, e aí chegamos e começamos a conversar com as colegas, e tudo passa. Os professores são ótimos. Tudo o que eu tenho é que agradecer a Deus por esta oportunidade”, disse emocionada.

Atualmente, o instituto dá continuidade ao curso de Capacitação Profissional em Costura, Bordado e Artesanato Sustentável. Essa segunda turma conta com 120 alunos. Está prevista para janeiro do ano que vem a abertura de vagas para a terceira turma do curso. As aulas acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h às 11h30 (manhã) e das 13h30 às 17h (tarde). Outras informações pelo telefone (31) 3840-5707, pelo site www.institutoiti.org.br ou pelos perfis do Instituto ITI no Facebook e no Instagram.