Prefeito Antônio Carlos quer central de sirene em São Gonçalo do Rio Abaixo

O prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT), protocolou na terça-feira (26), junto ao presidente da Câmara Municipal, Flávio Silva de Oliveira (PDT), e demais vereadores da base, um Projeto de Lei que determina que mineradoras instaladas em São Gonçalo criem na cidade uma estrutura para acionamento de sirenes e um centro de atendimento para a população.

“O projeto objetiva evitar que sirenes instaladas em sistema sediado em outro município sejam acionadas equivocadamente, como ocorreu na sexta-feira (22), situação que causou caos, pânico, desespero e angústia aos são-gonçalenses”, destaca o chefe do Executivo.

A proposta de criação do centro de atendimento visa oferecer aos moradores um ponto de apoio onde serão centralizadas informações e orientações de como o cidadão deve agir em casos de urgência. O lugar deverá contar com atendimento 24 horas, com presença de representantes da mineradora, que deverão estar aptos a prestar as informações necessárias em caso de ruptura de barragem ou, ainda, os riscos decorrentes em caso de elevação da classificação de risco para grau 2 ou 3 em qualquer de suas barragens que tenham impacto direto ou indireto no território municipal.

Simulado

A Defesa Civil do Estado de Minas agendou para a próxima quarta-feira (3), às 15h, o simulado de emergência para os moradores de São Gonçalo do Rio Abaixo. Na manhã do dia 3 também serão realizadas palestras em escolas e outras instituições do município.