Operação Luz na Infância Prende Itabirano Acusado de Abuso Contra Menores

Polícia Civil de Itabira prendeu, na manhã de quintq-feira, (28), um itabirano de 23 anos, acusado de estupro de vulnerável. A prisão foi feita durante a Operação Luz na Infância, que ocorreu em todo o Brasil.
O jovem foi detido em sua residência, no bairro Gabiroba, e também é acusado de aliciamento de menores e armazenamento de imagens e vídeos pornográficos envolvendo crianças e adolescentes.
A Operação foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança, que objetiva identificar autores de crimes sexuais contra crianças e adolescentes cometidos pela internet. Em Minas Gerais, 17 pessoas foram presas durante a operação até o momento, sendo que foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão nas cidade de Ubá, Juiz de Fora, Teófilo Otoni, Governador Valadares, Coronel Fabriciano, Alfenas, Machado, Brasília de Minas, Além Paraíba, Sabará, Santa Luzia, Contagem, Itabirito, Mário Campos e Belo Horizonte.
De acordo com informações da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, o jovem itabirano foi detido através de um mandado de prisão temporário e vinha sendo investigado desde 2017, quando na ocasião foi preso pela Polícia Militar em flagrante delito. Ainda segundo a polícia, o investigado assediava crianças e adolescentes na porta de suas escolas e convencia as vítimas a irem para a sua residência.
Os policiais apreenderam dois aparelhos celulares, que serão encaminhados para a perícia técnica a fim de detectar se há vídeos ou imagens pornográficas envolvendo crianças e adolescentes. A prisão temporária tem o objetivo de garantir a conclusão das investigações, a fim de evitar intimidação de vítimas e testemunhas, bem como a destruição de provas.