Monlevade registra segundo caso suspeito de coronavírus

João Monlevade registrou nesta semana o segundo caso suspeito de coronavírus na cidade. Segundo informações da Vigilância em Saúde (Visa), a paciente é uma mulher que voltou recentemente da França. Ela apresentou sintomas da doença e segue em casa, monitorada pela Visa. A restrição domiciliar é de 14 dias após a chegada ao Brasil, conforme protocolo do Ministério da Saúde. A mulher teve contato com um caso suspeito naquela país e chegou no dia 28 de fevereiro a João Monlevade apresentando sinais de gripe. O quadro de saúde é estável. Nesta quinta-feira (5), a Visa vai colher material genético e enviará para exames que comprovem ou descartem a doença após análise na Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte. O resultado deve sair na semana que vem.

Outra monlevandese, que mora na Itália e chegou à cidade recentemente, segue em monitoramento em João Monlevade. Ela apresentou sintomas do coronavírus e o prazo de quarentena terminou ontem (4). Ela não apresenta sintomas e passa bem. Porém, o resultado dos exames que comprovam ou descartam a doença devem ser liberados nos próximos dias.

Os sintomas de coronavírus podem envolver coriza, tosse, dor de garganta e febre. Em Minas Gerais, a Secretaria de Estado (SES) aponta para 58 casos suspeitos em todo o estado. Até o momento, nenhum paciente teve diagnóstico de coronavírus Covid-19 confirmado no estado.