Itabira participará da 7ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais

Começa na próxima semana, em mais de 500 municípios mineiros, a 7ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais. Em Itabira, a Prefeitura realizará atrações na praça do Centenário, avenida Mauro Ribeiro Lage e no Museu do Tropeiro, no distrito Ipoema.

A proposta do evento, com o tema Culinária e Patrimônio, é valorizar a culinária de cada cidade, promovendo experiências gastronômicas por meio de pratos tradicionais. Em Itabira, a ligação será o tropeirismo e a cultura afrodescendente presente na comunidade quilombola do Morro Santo Antônio.

A jornada itabirana iniciará com a Roda Cultural, na sexta-feira (16/7), a partir das 20 horas, na praça do Centenário (em frente ao Museu de Itabira). O público assistirá apresentações do grupo Drummonzinhos, La Trupe, do cantor Mateus Macávima e da banda Little Butter Harmônica Blues, enquanto experimenta comidas típicas em diversas barraquinhas.

No sábado (17), às 20 horas, será a vez da tradicional Roda de Viola em frente ao Museu do Tropeiro, no centro de Ipoema. O cenário para as atrações culturais e barraquinhas de artesanato e gastronomia é a lua cheia, começando pelo Ritual do Fogo, costume que estabelece a união entre os tropeiros; seguindo para os Estaladores de Chicote, que resgatam o gesto dos tropeiros de comandar os animais; finalizando com as Lavadeiras de Ipoema. A programação traz ainda shows dos cantores Fabrício DiPaula e Henrique Morais.

No último dia, quinta-feira (22), a sétima edição do evento terminará na Feira Terra Nossa, das 8 às 13 horas, na avenida Mauro Ribeiro Lage, ao lado da Estação Rodoviária. A feira itinerante oferece produtos da agricultura familiar itabirana, como frutas, legumes, cereais, quitandas e doces artesanais.

Evento

A Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais acontece desde 2009, a cada dois anos, e é promovida pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha). Foi inspirada na experiência francesa das Journées du Patrimoine, criada em 1984.

O objetivo é mobilizar municípios, entidades e agentes culturais para preservar, promover e valorizar o patrimônio histórico e cultural do estado. O evento integra o Dia do Patrimônio (17/8) e incentiva o desenvolvimento de exposições, seminários, cursos, oficinas, edição de livros, festivais de arte e cultura, bem como ações educativas destinadas a vários públicos e faixas etárias.