CENIBRA discute restauração florestal com empresas de celulose e mineração

A CENIBRA foi anfitriã do 2º Encontro Presencial do Grupo Temático sobre Restauração Florestal, vinculado à Sociedade de Investigações Florestais (SIF). O evento ocorreu nos dias 28 e 29 de Junho/2022.

Encontro aconteceu na Casa de Hóspedes, em Belo Oriente.

O Grupo foi criado com o objetivo de possibilitar a formação de parcerias, troca de experiências, assessorias, pesquisas e treinamentos, sendo composto por empresas dos setores florestal, de mineração e pelo Laboratório de Restauração Florestal da Universidade Federal de Viçosa (LARF-UFV).

Na ocasião, foram apresentadas palestras e discussões sobre os temas “Monitoramento da Restauração Florestal” e “Planejamento da Restauração Florestal”.

O dia de campo contou com uma visita à RPPN Fazenda Macedônia, área de preservação da biodiversidade do Bioma Mata Atlântica onde a CENIBRA desenvolve o Projeto de Reintrodução de Aves Silvestres Ameaçadas de Extinção, o Projeto Mutum.

Membros do GT Restauração Florestal visitam a Fazenda Macedônia.

Para observar a evolução de áreas em processo de restauração florestal, foi realizada uma visita a áreas nas margens do Rio Doce, local em que, ao longo das três últimas décadas, a Empresa restaurou mais de 500 hectares de florestas nativas, contribuindo para a proteção e o equilíbrio ambiental.

Segundo Walter Costa, especialista ambiental da CENIBRA, a troca de experiências entre empresas com atuações em diversas regiões do Brasil e o suporte técnico e científico de pesquisadores da UFV são fundamentais para o aprimoramento de seus programas de restauração florestal, com ganhos em efetividade do recurso e tempo investidos. “Proteger e restaurar florestas é fundamental para perpetuação da vida. Quanto mais saudáveis forem nossos ecossistemas, mais saudáveis serão o planeta e seu povo”, esclarece.

Participaram representantes das empresas CENIBRA, CMPC – Celulose Riograndense, Veracel, Klabin, Suzano, TTG Brasil e Bracell.