Antônio Carlos assina ordem de serviço para conclusão da Escola Integral do Recreio

O prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos Noronha Bicalho, assinou na manhã de sexta-feira, 29 de março, a ordem de serviço para a execução da segunda etapa da Escola de Tempo Integral do bairro Recreio.

As obras da segunda etapa da instituição contemplam todo o fechamento, cobertura, instalação de elevador com sistema de segurança, auditório com ar condicionado, pavimentação externa, instalação de sistema de geração de energia fotovoltaica e paisagismo do entorno.

Com capacidade para atender até 400 estudantes do Ensino Fundamental, a Escola Integral do Recreio vai aumentar o número de vagas disponíveis na rede pública municipal. A secretária de Educação, Maria do Rosário Magalhães Melges, explicou que, com o crescimento da cidade, o número de vagas já não é suficiente para atender a demanda. Segundo ela, a nova instituição de ensino vai ajudar a aliviar esse problema. “Com a nova escola, isso vai ser aliviado por alguns bons anos”, afirma.

São Gonçalo do Rio Abaixo conta com mais duas escolas de tempo integral, uma localizada no Centro e outra na comunidade rural de Vargem Alegre. A Escola Integral do Recreio vai seguir os mesmos moldes das instituições já em funcionamento e será contemplada com berçário, biblioteca, laboratório de informática, brinquedoteca, espaços de recreação, sala de oficinas, laboratório de ciências, quadra de esportes, refeitórios, entre outros espaços.

O prefeito Antônio Carlos reafirma sua prioridade em investir na educação como forma de projetar um futuro melhor para a cidade. “Tudo o que puder investir em educação, tem que investir. Esta escola é um anseio de muito tempo da comunidade de São Gonçalo e ela vem para gerar grandes frutos para o futuro do município. Vai dar dignidade para a nossa população, com ensino de qualidade e infraestrutura para receber os alunos da melhor forma possível”, ressalta. Outro ponto positivo destacado pelo chefe do Executivo é a geração de emprego creditado a esse tipo de investimento. “Os impactos negativos que as barragens estão trazendo para a gente, as escolas vão converter em positivos no futuro”, acredita Antônio Carlos.

Os serviços da segunda etapa da escola serão realizados pela construtora HR Domínio. O investimento gira em torno de R$ 13 milhões, com possibilidade de geração de até 70 empregos, com absorção da mão de obra do município. A previsão de conclusão da obra é fevereiro de 2020.